Que acontecerá em 2020? Previsões Astrológicas

Primavera 2020

 

As Energias e Previsões de 2018.

O que esperar no Ano Novo

Astrologicamente 2018 é regido por Júpiter e na Astrologia Chinesa é regido pelo signo de Cão do elemento terra. Por aqui poderemos deduzir em termos de previsões que o foco coletivo mundial estará muito dirigido aos assuntos de natureza prática, com um forte desejo na prosperidade material.

Todos os assuntos relativos à forma como os estados governam os seus cidadãos, vão estar sob forte escrutínio coletivo, já que o signo de Cão de Terra analisa tudo o que são ganhos, impostos, rentabilidades, etc. Não será fácil os cidadãos deixarem-se levar por mais falsas promessas e muito do que está oculto terá que vir à Luz.

O ano tem uma forte ênfase no número 18, apesar da soma cabalística dos seus dígitos ser 2. O Arcano 18 é “A Lua”, o ano começa a uma segunda-feira que é o dia da Lua, e no dia 1 de Janeiro estaremos praticamente na Lua-Cheia. Assim sendo, é seguro afirmar fazer previsões na base que 2018 terá uma fortíssima influência do simbolismo da Lua. Além disso, a soma cabalística 2 + 0 + 1 + 8 dá 11 o que simboliza as Duas Torres, as quais estão representadas tanto no Arcano 18, como no Arcano 2.

A Lua rege a energia da água, a prata (dinheiro) os humores, o inconsciente e o que se move debaixo da superfície da consciência. A primeira Lua-Cheia do ano é parte duma configuração astrológica em papagaio com a tensão da oposição em Caranguejo-Capricórnio ligada ao Grande Trígono de Água.

Esta configuração sugere a acumulação de tensões entre os sentimentos e a forma. Câncer e Capricórnio estão rodeados pelo desejo Jupiteriano de crescer e esprimir os seus anseios livre de falsas barreiras estruturais da velha energia.

A fortíssima ênfase na água e no dinheiro indicam que as previsões deste ano nos dizem que não vai haver facilidades a nível de fenómenos de agitações das massas, greves, manifestações, exaltações em grandes eventos desportivos, bem como as suas consequentes ações policiais. Essas atividades vão revelar muito daquilo que precisa sair à Luz para ser resgatado, compreendido e assimilado pela sociedade.

A nível meteorológico podem dar-se inundações, chuvas violentas, naufrágios e outros acidentes marítimos. Igualmente fenómenos nas barragens, nos rios, lagos e mares relacionados com o excesso de poluição e com a consequente revelação de crimes ambientais.

A nível individual haverá mais propensão à promiscuidade, uso de drogas ou álcool, bipolaridade, depressão psíquica e todos os comportamentos de fuga à realidade.

Poderá ser um ano em que aconteçam mais gravidezes não desejadas ou paternidades não assumidas.

Face a tudo isto vai ser um ano em que não devemos distrair-nos e assumir a sabedoria e a prudência do “Ermitão” (Arcano 9) que é a síntese cabalística do “18”. Através dum consciente fluir taoista poderemos transitar por 2018 e sair incólumes.

É importante desenvolver a sabedoria, a reflexão silenciosa, a prudência, a atenção constante pois as “forças ocultas” estarão sempre prontas para nos apanhar de surpresa.

Este é um bom ano para se dedicar a práticas Taoistas, Zenistas ou Budistas, tais como Meditação, Tai-Chi-Chuan, Yoga, ou qualquer outra disciplina que nos coloque em contacto com as energias do fluxo, tendo em conta que nada no universo é estático e que a mudança é a única constante. A capacidade de saber agir no momento certo e não quando os nossos desejos nos instigam, é a chave para o sucesso.

Seja prudente, analise todos os ângulos antes de tomar uma decisão, não tenha medo da mudança e flua com ela respeitando os ritmos naturais. Caso seja necessário, espere o momento certo para atuar. Não agite os ânimos nem deite “achas na fogueira”. Atuar de “cabeça quente” pode saír-lhe muito caro.

Evite os grandes eventos de massas, tome cuidado com a sua saúde psíquica e espiritual, reveja os telhados das suas casas e todas as vulnerabilidades relacionadas com o elemento água.

João de Araújo

Tarólo – Astrólogo

Energias da Lua-Nova de 19 de Outubro

Energias da Lua-Nova de 19 de Outubro

Este é o momento para reconhecer os relacionamentos complicados. É uma encruzilhada da vida na qual será fácil perceber aquilo que já não nos serve.

Quer sejam relacionamentos de carácter pessoal, profissional ou até com bens ou objectos, esta lunação pode dar-lhe o “insight” que necessita para fazer as escolhas daquilo que levará a uma libertação dos velhos padrões de sentimentos e pensamentos que estavam estagnados.

E Lua-nova dá-se no grau 25 de Balança, “subindo para o cume da montanha” onde se avizinha o Escorpião. Dessa forma, todos os delicados e instáveis equilíbrios estão prontos para serem a matéria-prima da transmutação alquímica que se poderá realizar.

Já que esta configuração envolve Urano em oposição ao stélium Júpiter-Sol-Mercúrio-Lua, a percepção do que há que fazer, facilmente surgirá com pensamentos repentinos e intuitivos que aflorarão sem causa aparente. Decisões que pareciam difíceis de tomar surgem agora com lucidez e decisão radical.

Caso não se aventure a tomar as necessárias decisões, primeiramente a sincronicidade poder-lhe-á fornecer pistas e caso persista em adiar o inevitável, é possível que o destino “fale mais alto” criando condições disruptivas para que a escolha seja feita.

A intuição é a chave!

Uma vez que Saturno está envolvido na figura astrológica, fazendo o lindo sextil à Lua-Nova, promete-lhe reestruturar, a seu tempo, tudo o que agora se partiu. Isto está evidenciado, uma vez que este planeta é regente do tempo e da estrutura e está á beira de ingressar no seu domicílio (Capricórnio).

Não há tempo para questionar. As decisões têm de ser tomadas ainda sem certezas dos resultados. Por isso há aqui um exercício de Fé e confiança de que tudo correrá bem independentemente do caos emocional gerado por eventuais decisões intempestivas. Essa é a natureza de Júpiter que assiste e participa nesta linda geometria cósmica libertadora. Confie no seu coração. Ele é o ponto de união entre o Espírito e a Alma. Não confunda o sentimento superior daquilo que tem que ser feito com a emoção inferior daquilo que o ego quer.

Úrano retrógrado ao fazer oposição a esta lunação convida Júpiter trovejante lançar um raio definidor no seu destino. Além disso promete-lhe que o caos gerado neste momento será reconfigurado e reestruturado mais tarde. Já que Úrano regressará ao seu movimento directo lá para o fim do ano, quando Saturno já estiver no seu domicílio.

 

 

Lua Cheia de Setembro de 2017

Lua Cheia no Grau 15 de Peixes. (Período de 6 de Setembro a 6 de Outubro)

Esta Lua-Cheia em Peixes é especial, pois ocorre em estreita conjunção com Neptuno, o regente de Peixes. Este é um portal importante para rever a nossa atitude face às experiencias de natureza artística e espiritual.

No dia anterior a esta lunação houve uma inversão de movimento aparente de Mercúrio de retrógrado para directo, como que a aguçar a mente preparando o caminho para uma compreensão mais profunda dos “insights” de percepção intuitiva. A Lua sussurra aos nossos ouvidos e Mercúrio interpreta, assim toda a criatividade, inspiração e assuntos do espírito são reforçados e convidados a surgir no plano intelectual.

Não necessita nem é aconselhado que esforce a mente, pois o natural fluxo desta figura cósmica vai trazer-lhe toda a informação que necessita. É conveniente seguir a corrente inspirativa do sextil de Plutão-Lua, que trará à superfície aquilo que precisa ser consciencializado ou materializado através da arte. Esta capacidade de ancorar o que emana de planos mais subtis no plano terreno, vai ser reforçada quando Mercúrio finalmente entrar em Virgem e em conjunção a Marte a partir do dia 10 de Setembro.

É fortemente indicado que expresse a sua natureza mística, artística ou intuitiva. Caso contrário este período pode ser bastante confuso e propenso a erros de percepção, que podem causar decepções e abaixamentos de energia anímica. Não é tempo de “dar-no-duro” mas sim de deixar emanar o que lhe vai na Alma.

O quinconce Lua-Vénus combinado com o semisextil Vénus-Sol, convidam-no a experimentar uma nova abordagem à beleza e harmonia expressada através do calor de Leão, signo onde o astro do amor se encontra. Este polígono da cujos vértices são Sol, Lua-Neptuno, Vénus, é de facto um triângulo de aprendizagem muito peculiar, que contem no centro do seu cateto mais pequeno a “Cabeça-do-Dragão” em conjunção com Marte-Mercúrio. Esse semisextil dá impressão de formar uma estreita janela através da qual se vai projectar uma força inteligente (Marte-Mercúrio). Por isso esteja receptivo à novidade e quando lhe surgir uma nova abordagem ou uma ideia “out-of-the-box”. Nessa altura dê-lhe ouvidos. Pois esse é o resultado da inspiração que surge através do trígono que Úrano está a fazer à conjunção Marte-Mercúrio.

Esta é uma lunação muito produtiva se soubermos trazer a inspiração ao mundo material, já que Marte, Mercúrio e o Nó Norte estão em trígono com Saturno em Sagitário. Estes dois planetas da ação e inteligência recebem a aprovação do “Pai de todos os Deuses” visto que Júpiter está bem no meio abrindo os seus braços com um sextil para cada lado.

Neste maravilhoso conjunto celeste consta ainda um frágil quinconce de Plutão a Vénus que incita levemente este astro da beleza a mover-se para fora da sua zona de conforto disseminado as suas harmónicas energias com maior profundidade que o habitual.

Sem dúvida esta lunação é um “presente dos céus” para a inspiração, beleza, suavidade e espiritualidade.

Signo de Carneiro

Signo de Carneiro

 

Signo de Touro.

Signo de Touro

Signo de Gémeos

Signo de Gémeos

 

 

Signo de Caranguejo

Signo de Caranguejo

 

Signo de Leão

Signo de Leão

 

Signo de Virgem

Signo de Virgem