Tai Chi na ansiedade e Depressão

Prática do Tai Chi na coadjuvação tratamento da ansiedade e Depressão

Nas ruas da China é normal os cidadãos juntarem-se e praticarem Tai Chi. Em certos países ocidentais também já se começa a reconhecer a vantagem desta prática milenar.

 

Tal como a acupunctura e toda a medicina chinesa, o Tai chi tem a sua base no corpo astral e não no corpo físico. As universidades de medicina tradicional chinesas, têm nos seus currículos pelo menos dois anos desta arte da cura.

Mas em que é que se baseia o Tai Chi?

O Tai Chi baseia-se no equilíbrio e desbloqueio do fluxo do “Chi” ao longo dos meridianos energéticos.

A acupunctura conhece bem estes meridianos e sabe que se o fluxo de energia astral deve circular sem interrupções nestes canais. Tal como leitos de rios, os meridianos devem permitir o natural fluxo do Chi. Se existir uma represa, a pressão fica demasiado alta antes da mesma e demasiado baixa depois. Este é o princípio de todos os desequilíbrios do corpo astral, com o consequente adoecer do corpo físico. Por isso os acupunctores espetam as suas famosas agulhas para reequilibrar o fluxo do Chi.

O Tai Chi, não sendo uma prática específica de cura, desbloqueia os meridianos do corpo astral permitindo um equilíbrio natural do Chi. Dessa forma o Tai Chi evita o acumular de desajustes dos fluxos energéticos melhorando a nossa energia, saúde física, mental e espiritual.

No caso concreto da depressão e ansiedade e depressão, o Tai Chi é extraordinário pois reequilibra o sistema límbico, regula e diminui os sintomas desagradáveis destas patologias da actualidade.

No fim da prática do Tai Chi, as pessoas experimentam uma tranquilidade desconhecida, uma maior confiança em si mesmo, mais lucidez para a tomada de decisões, maior equilíbrio do aparelho gástrico, respiratório, circulatório, etc.

Também temos verificado que pessoas com dificuldade em encontrar o estado adequado à prática de meditação, após alguns minutos de Tai Chi, notam uma maior facilidade em meditar. São visíveis as alterações positivas do acondicionamento do corpo físico e uma maior tranquilidade mental que são indispensáveis ao sucesso das praticas de meditação.

A Nova Orbita Solar vai promover brevemente workshops de iniciação ao Tai Chi. Esteja atento!

 

Meditação do Equinócio 22 Setembro 2017

 

INSTRUÇÕES DA MEDITAÇÃO

Meditação da Unidade do Equinócio

  1. Use sua própria técnica para alcançar um estado relaxado de Consciência.
  2. Indique sua intenção de usar essa meditação como uma ferramenta para trazer a Cura completa, Libertação e Verdade para o Planeta Terra e para os seus habitantes.
  3. Visualize um pilar da Luz que emana do Sol Central Galáctico, passando por todos os seres de Luz no interior do nosso Sistema Solar,, através das Naves-mãe da Confederação Galáctica e, depois, através do seu corpo até ao centro da Terra.
  4. Visualize outro pilar da Luz que se eleva do centro da Terra e, depois, através do seu corpo e para o céu através das Naves-mãe da Confederação Galáctica, para todos os seres da Luz no nosso Sistema Solar e na nossa galáxia. Está agora sentado em dois pilares de Luz, e a Luz flui para cima e para baixo simultaneamente. Mantenha estes pilares de Luz activos durante alguns minutos.
  5. Agora, visualize uma energia feminina divina de cura suave e cor-de-rosa, e observeessa linda Luz cor-de-rosa que dissolve completamente a entidade da anomalia primária de plasma, juntamente com todas as demais bombas de toplet de plasma.
  6. Visualize todo o plasma em todos os lugares completamente transmutado, restaurado para a sua intenção original e curado.
  7. Visualize uma Luz Branca a banhar toda a Rede da Nova Atlântida a fortalecê-la, em benefício de toda a Terra e de todos os que aqui vivem.
  8. Veja as pessoas da Terra completamente curadas, fazendo escolhas saudáveis, felizes e fortes, pois usam os seus poderes criativos para manifestar a Nova Terra.

Vitória da Luz!

Fonte:

Meditação da Unidade do Equinócio ~ 22 de Setembro de 2017

Meditação e Neuro-plasticidade do Cérebro

O Cérebro altera-se fisicamente de acordo com o uso que fazemos dele

 

Lua Cheia de Setembro de 2017

Lua Cheia no Grau 15 de Peixes. (Período de 6 de Setembro a 6 de Outubro)

Esta Lua-Cheia em Peixes é especial, pois ocorre em estreita conjunção com Neptuno, o regente de Peixes. Este é um portal importante para rever a nossa atitude face às experiencias de natureza artística e espiritual.

No dia anterior a esta lunação houve uma inversão de movimento aparente de Mercúrio de retrógrado para directo, como que a aguçar a mente preparando o caminho para uma compreensão mais profunda dos “insights” de percepção intuitiva. A Lua sussurra aos nossos ouvidos e Mercúrio interpreta, assim toda a criatividade, inspiração e assuntos do espírito são reforçados e convidados a surgir no plano intelectual.

Não necessita nem é aconselhado que esforce a mente, pois o natural fluxo desta figura cósmica vai trazer-lhe toda a informação que necessita. É conveniente seguir a corrente inspirativa do sextil de Plutão-Lua, que trará à superfície aquilo que precisa ser consciencializado ou materializado através da arte. Esta capacidade de ancorar o que emana de planos mais subtis no plano terreno, vai ser reforçada quando Mercúrio finalmente entrar em Virgem e em conjunção a Marte a partir do dia 10 de Setembro.

É fortemente indicado que expresse a sua natureza mística, artística ou intuitiva. Caso contrário este período pode ser bastante confuso e propenso a erros de percepção, que podem causar decepções e abaixamentos de energia anímica. Não é tempo de “dar-no-duro” mas sim de deixar emanar o que lhe vai na Alma.

O quinconce Lua-Vénus combinado com o semisextil Vénus-Sol, convidam-no a experimentar uma nova abordagem à beleza e harmonia expressada através do calor de Leão, signo onde o astro do amor se encontra. Este polígono da cujos vértices são Sol, Lua-Neptuno, Vénus, é de facto um triângulo de aprendizagem muito peculiar, que contem no centro do seu cateto mais pequeno a “Cabeça-do-Dragão” em conjunção com Marte-Mercúrio. Esse semisextil dá impressão de formar uma estreita janela através da qual se vai projectar uma força inteligente (Marte-Mercúrio). Por isso esteja receptivo à novidade e quando lhe surgir uma nova abordagem ou uma ideia “out-of-the-box”. Nessa altura dê-lhe ouvidos. Pois esse é o resultado da inspiração que surge através do trígono que Úrano está a fazer à conjunção Marte-Mercúrio.

Esta é uma lunação muito produtiva se soubermos trazer a inspiração ao mundo material, já que Marte, Mercúrio e o Nó Norte estão em trígono com Saturno em Sagitário. Estes dois planetas da ação e inteligência recebem a aprovação do “Pai de todos os Deuses” visto que Júpiter está bem no meio abrindo os seus braços com um sextil para cada lado.

Neste maravilhoso conjunto celeste consta ainda um frágil quinconce de Plutão a Vénus que incita levemente este astro da beleza a mover-se para fora da sua zona de conforto disseminado as suas harmónicas energias com maior profundidade que o habitual.

Sem dúvida esta lunação é um “presente dos céus” para a inspiração, beleza, suavidade e espiritualidade.

Signo de Carneiro

Signo de Carneiro

 

Signo de Touro.

Signo de Touro

Signo de Gémeos

Signo de Gémeos

 

 

Signo de Caranguejo

Signo de Caranguejo

 

Signo de Leão

Signo de Leão

 

Signo de Virgem

Signo de Virgem